Afinal, Um Antivírus É Um Software Ou Um Aplicativo?

Mesmo que o antivírus seja um recurso conhecido e usado por muitas pessoas, outras acabam usando sem nem saber o que é essa ferramenta. Portanto, para que você consiga usufruir de todos os recursos de uma maneira mais assertiva, descubra se o antivírus é um software ou um aplicativo.

Tipos de software

Para que haja a compreensão sobre o tema é necessário conhecer o que é o software e suas variações. O software trata-se de um conjunto de comandos que são executados pelo computador. Esse grupo de instruções segue um padrão para que as tarefas desejadas sejam executadas corretamente.

Existem diversos tipos de softwares para que as suas funções sejam executadas a partir dos comandos formados por conjuntos de programação. Como é o caso do software de sistema que faz a interpretação das ações e transforma-as em dados, além do software aplicativo (bloco de notas, calculadora, etc).

Já o software de programação são aqueles que criam uma linguagem de programação (Pascal, PHP, Java, entre outros). Enquanto o tutorial, como o próprio nome sugere, são aqueles que ensinam  o usuário a fazer algo. 

Há também o software aberto que correspondem para o lançamento de novos sistemas operacionais, jogos, e demais aplicações que tem como função entreter a vida do usuário, e que inclusive tem uma função similar ao modelo utilizado de forma exclusiva para jogos.

Importância do antivírus

Considerando a quantidade de atividades que desempenhamos com os computadores e demais tipos de dispositivos móveis, bem como, o armazenamento de dados, é imprescindível que estejamos atentos para a segurança dessas informações.

Para que você, pessoa física ou jurídica não venha a sofrer as consequências de um ataque cibernético – que pode ser desde a remoção de todos os arquivos ou até mesmo um golpe financeiro – é imprescindível que invista em um bom antivírus.

Diferentemente do que se costuma pensar, o antivírus é sim um software. Sua função é justamente detectar, impedir, e atuar na remoção de programas e ações maliciosas.

Como encontrar um bom antivírus

Diante das diversas opções disponíveis no mercado é normal ter dúvida sobre qual modelo deve ser escolhido – especialmente quando não há conhecimento técnico a respeito. Para que você consiga fazer a escolha mais assertiva, confira as dicas que separamos a seguir:

A regra mais básica é a de buscar um modelo que une a proteção à usabilidade, pois dessa forma, o desempenho das suas tarefas não serão prejudicados por um programa “pesado”, digamos assim. 

Fique atento para qual é a sua necessidade, o seu computador serve apenas para uso doméstico, ou também é utilizado como ferramenta de trabalho? Você precisa garantir a segurança de uma rede doméstica ou empresarial?

Comprar um antivirus X download pago: qual o melhor?

Pela falta de conhecimento é comum pensar que o antivírus pré-instalado na máquina é suficiente para garantir a proteção dos dados, entretanto, essas ferramentas costumam ser mais básicas. 

Para que você não venha a sofrer algum tipo de ciberataque é necessário buscar por um modelo mais rebuscado. Nessa hora, é comum se deparar com a dúvida: “devo comprar um antivírus ou fazer um download pago?”. 

A resposta é: compre um antivírus, pois dessa forma você garantirá uma solução mais completa e que atenderá de uma maneira mais assertiva. Sem contar que, as empresas que comercializam os antivírus também oferecem atendimento para te ajudar em imprevistos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.