Vale a pena abrir restaurante delivery durante a pandemia?

Empreender é o sonho de uma grande parcela da população brasileira. No entanto, o momento atual não é muito propício para isso, uma vez que a pandemia do novo coronavírus tem causado um impacto financeiro considerável no Brasil e no mundo. Mesmo assim, muitas pessoas se perguntam se vale a pena abrir restaurante delivery durante a pandemia? Por mais surpreendente que possa ser, talvez valha sim.


É fato que a pandemia do novo coronavírus não afeta todos os mercados igualmente. Por exemplo, nós vimos um crescimento no número de vendas em supermercados e farmácias, por razões óbvias. No entanto, lojas de roupas tiveram uma queda brutal de faturamento no mesmo período. Por isso, mesmo o clima ruim na economia pode não ser uma regra que determina se você deve ou não empreender agora.


Quer saber se vale a pena abrir restaurante delivery durante a pandemia? Então siga a leitura abaixo!


Como um restaurante delivery funciona?


Um restaurante delivery funciona, de maneira abstrata, mais ou menos como um presencial funciona: ele recebe o pedido, faz o prato que o cliente quer e então entrega. A grande diferença está em como esses passos são realizados e quais as necessidades básicas de cada modelo de negócio.


Um restaurante delivery precisa ter especial atenção à infraestrutura em posição para receber os pedidos, processá-los e então entregá-los na casa do cliente. Para isso, é necessário algum investimento.


O primeiro ponto dessa estrutura é a interface em que o consumidor fará o pedido. Ela é variável: antigamente, era muito comum usar um número de telefone e conversar com um atendente. Hoje em dia, no entanto, a opção mais comum é um aplicativo, que pode ser próprio da empresa ou um aplicativo padrão de entregas, como o Rappi ou iFood.


Essa interface exige, por sua vez, alguns cuidados básicos. Por exemplo, marketing para que as pessoas conheçam a possibilidade de pedir comida por lá ou cuidados estruturais (servidor, por exemplo) para que o aplicativo possa funcionar.


O segundo ponto dessa estrutura está na outra ponta dela: a entrega. É necessário ter entregadores disponíveis para levar a comida até a casa do cliente em segurança.


Novamente, os aplicativos de delivery oferecem esse recurso aos restaurantes, com os entregadores cadastrados lá. Outra opção é contratar os entregadores apenas da sua empresa.


Depois de cuidar da estrutura, é necessário que o restaurante operalize corretamente a sua produção de alimentos. Isso porque o ritmo de trabalho no delivery é diferente do atendimento presencial, bem como as necessidades na hora de montar os pratos.


Fora essas duas diferenças práticas, existem algumas mudanças de gestão e marketing. É necessário que o restaurante saiba como gerir as taxas extras de entrega (dos aplicativos ou custos operacionais), bem como criar ações de marketing e publicidade exclusivas para o serviço delivery.


O que é necessário para abrir um?


Se você se interessou em abrir um restaurante delivery (como uma hamburgueria em Rappi, por exemplo), precisa cumprir as ações que mencionamos acima. Ou seja: precisa ter a estrutura básica para isso (interface para receber os pedidos e entregar os pratos), além das operações internas (marketing, processos de produção e administração).


Tendo essas estruturas em posição, basta começar a divulgar o serviço de delivery e iniciar a produção. No começo, como é claro, será difícil lidar com o fluxo novo de clientes. Mas, aos poucos, a empresa se acostumará com os pedidos e poderá lidar com eles facilmente.


Vale a pena abrir restaurante delivery durante a pandemia?


Depois de tudo isso, chegamos a pergunta do artigo: afinal, vale a pena abrir restaurante delivery durante a pandemia? Sim, claro que vale.
Em primeiro lugar, está muito mais fácil abrir um restaurante delivery. Os aplicativos do tipo, como Rappi ou iFood, oferecem toda a estrutura básica necessária que seria mais cara para conseguir, como o aplicativo, servidores e entregadores. Assim, só é necessário ter os processos internos em ordem.


Além disso, o serviço via delivery é um dos poucos que não é fechado durante a pandemia e nem corre risco de desaparecer em caso de segunda onda da Covid-19. É, acima de tudo, uma proteção para o restaurante caso um novo lockdown seja decretado enquanto a vacina do novo coronavírus não é criada e distribuída entre a população.


Portanto, vale muito a pena começar um negócio delivery no momento, já que esse tipo de serviço deverá crescer bastante nos próximos tempos.


Agora que você viu que vale a pena abrir restaurante delivery durante a pandemia, precisa entender que isso não significa que sua ação terá lucro. É preciso analisar o contexto, ver se a sua cidade conta com demanda o suficiente para você, se há uma boa região onde empreender, se é possível montar a sua operação com segurança e sem risco de contaminação.

Lembre-se de que é prevista uma segunda onda da Covid-19 aqui no Brasil, então é importante se precaver em relação a isso também.


Gostou do papo? Então comente abaixo com a sua opinião!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.